domingo, 12 de junho de 2011

razões

Tenho limites, e quando alguém os ultrapassa, eu perco a cabeça, começo a disparatar coisas e mais coisas, sou sincera, e não sei ser de outra forma, e também gosto que as pessoas o sejam comigo, não tenho paciência para meias palavras, nem para coisas mal ditas ou indirectas. Não sou uma pessoa de quases, e odeio todas as vezes que as pessoas dizem uma coisa e mudam o tema da conversa, e também não gosto de quando começam uma conversa e não acabam e o mesmo digo para quando a deixam a meio. Cresci, não tenho paciência para crianças, nem para sentimentos escondidos, não tenho sequer feitio para aturar pessoas que não sabem distinguir o preto do branco, o meu feitio não foi feito para estas coisas todas, e embora às vezes tentem manter a calma, por vezes ela esgota-se, mas é por tudo isto que sou que me faz ser uma pessoa tão especial e com um feitio ao mesmo tempo igual a mim, special!

2 comentários:

Ana Margarida disse...

É assim mesmo :)

abc disse...

Somos duas, completamente!