domingo, 19 de fevereiro de 2012

one

E quando já não restam palavras, é porque já não há mais nada a dizer.

Sem comentários: