quinta-feira, 3 de novembro de 2011

back

E por momentos penso que já não és meu, e a minha cabeça começa quase a explodir, só de pensar numa coisa dessas, o meu coração começa a congelar, assim como eu começo a tremer da cabeça aos pés e dos pés à cabeça. Não te quero perder para sempre, não te vás para sempre, fica mais um pouco, fica mais um dia, ou dois, ou três, fica os dias necessários, até podes ir e voltar, mas volta como sempre voltaste, com alegria extrema e com o coração, com os sentimentos puros, e com um brilho nos olhos, mas volta, volta sempre que achares necessário, volta sempre que achares que eu te faço falta e que precisas de me sentir. Porque prefiro que tu vás por uns tempos e depois voltes, do que tu ires para sempre e nunca mais te lembres de mim, por mais que doa, eu prefiro assim.

3 comentários:

carolina disse...

às vezes mais vale.

raquel disse...

eu dps digo-te o novo url :)

cada vez estou mais apaixonada pelas tuas palavras.

Andreia' disse...

Lindo !