terça-feira, 30 de agosto de 2011

O meu coração está a esgotar-se, assim como as palavras já não vão fazendo sentido, sinto que tudo se desmoronou, mas eu não me queria despedir de ti, eu não quero deixar-te, eu não quero deixar de pensar em ti, nem em todas as nossas coisas; eu quero continuar contigo, mesmo que seja em pensamento. Mas o meu escudo está fraco e penso que esta batalha já não é minha, estou com as mãos e os pés atados, ao meu alcance parece que nada do que possa fazer te traz até mim, já não sei se és pura ilusão ou mera coincidência, às vezes já nem sei quem tu és verdadeiramente, já não sei quem sou e sobretudo já não sei quem somos nós..

1 comentário:

D&L disse...

percebo bem, faz-me lembrar de mim à uns meses atrás quando comecei a perde-lo mesmo sem ele alguma vez tivesse mesmo sido meu.
Lili