sábado, 27 de agosto de 2011

Nos sonhos perco-me no teu olhar como se fosse uma criança, o teu sorriso invade-me o corpo todo e por vezes até me arrepio toda, preciso apenas de te tocar com um dedo para sentir que estás a meu lado, dou-te um abraço e deito-me sobre o teu peito e ouço o teu coração quase a explodir, dás-me um beijo na testa como se fosse de respeito, dou-te a mão para sentir que não foges dali, corro contigo de mão dada e digo que quero ficar contigo, mas depois percebo que não passou apenas de um sonho, um sonho que eu um dia alcancei.

Sem comentários: