quinta-feira, 28 de julho de 2011

Os dias começaram a ser mais complicados do que parecem, as horas demoram mais a passar e o meu coração começa a estar sempre mais apertado a cada instante, fazes falta, sem a tua presença não me sinto nem plena, nem segura. Fizeste-me ver que a saudade também existe em relações como a nossa, em relações que não andam nem desandam, e nem sei se o nome certo para isto será relação. Mas tenho tido saudades tuas, saudade dos abraços apertados, dos beijos carinhos e de todas as palavras partilhadas entre nós. Estava habituada a que me tirasses todos os pesos de cima, problemas e dúvidas, e agora sinto-me assim, como se tudo tivesse ido por água abaixo. Mas eu quero acreditar que tu ainda pensas em mim como eu penso em ti.

6 comentários:

milene mateus. disse...

ora aí está ! "albufeira é albufeira" @

anna disse...

espero que sim..

está lindo o texto.

Ana Margarida disse...

Oh querida, há momentos na nossa vida, em que pensamos que irá tudo cair sobre nós, mas não desistas. Muitas de nós já passaram por isso e, por muito dificil que seja, nós passamos por cima e continuamos a sorrir. Força :) !

L ♥ disse...

oh, ainda não tinha pensado dessa maneira :x mas sim, acho que tens razão, obrigada! :/

rv* disse...

força !

disse...

ora aí está mais um triste post com uma óptima escrita, minha querida. tenho a dizer-te que é nestes momentos que aprendemos as maiores lições e mesmo que a saudade aperte a força irá vencer nesse teu turbilhão de sentimentos. um beijinho :)