quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

este senhor sabe

Alguém me ensina a pensar menos nele? Alguém me ensina a não repetir centenas de vezes à mesma cena na cabeça? E não fazer dessas lembranças o meu maior martírio? Porque dói, dói muito pensar que há pouco tempo eu estive inteira com ele e o deixei partir, assim, sem insistir, sem nem um “fica mais um pouco?”. É possível não sentir esses arrepios ao lembrar-me do toque, do cheiro, do beijo dele? Ah, eu daria tanta coisa para que aquele anjo estivesse aqui comigo agora, hoje, amanhã, sempre. Eu daria tudo pra vê-lo sorrir mais uma vez pra mim, mas quando estou com ele fico tão pequena, entrego-lhe o que ainda me resta, ele vai embora e eu fico aqui, me sentindo incompleta, me sentindo um nada, sobrevivendo apenas de migalhas da minha memória. — Caio Fernando Abreu

12 comentários:

Mariana Ferreira disse...

tu e eu :)) está fenomenal.

R. disse...

oh, é um verdadeiro senhor!

animal racional disse...

amo

mariana disse...

obrigada querida!

mb ♥ disse...

é mm o:

- MartaRibeiro * disse...

gosto imenso .

Maria Inês disse...

bem precisava $:

Jace disse...

ficam sempre mesmo, mas há pessoas que não compreendem isso! Por vezes é preferível que só fique entre nós todos os nossos sentimentos...

ana mendes disse...

adorei :)

marie disse...

Adorei! :)

Jace disse...

se não sabe, tão verdade :s

D&L disse...

he fucking knows!
&Lil