domingo, 9 de outubro de 2011

medo

Não sei que dizer, perante ti, e a tua sombra não consigo dizer uma palavra, parece que fiquei muda, e eu não gosto de não ter nada para dizer, porque eu até sei o que poderia dizer, mas tenho medo de nos magoar-mos de novo com as nossas estúpidas e cruéis palavras, sim porque eu ainda tenho medo; mas o que me mete mais medo neste momento é estar à tua frente e não me sair sequer um som da minha boca, esse é o meu medo maior, ficar calada e depois me vir arrepender por ter sido a única oportunidade que me deste, agora percebes porque me tenho mantido em silêncio desde daquilo que aconteceu entre nós, porque eu não sei que dizer. Eu podia dizer tudo e mais alguma coisa, mas sei que metade delas não iriam fazer sentido, mas eu continuo com medo, medo das palavras que não me saem da boca e daquelas que de repente podem sair.

10 comentários:

inêsf. disse...

talvez tu só precises de tempo, e vai tudo ao sitio.
hoje estou decidida, hoje é ele que quero; amanhã pode ser diferente, mas hoje é ele. mas não vou lutar nem correr atrás, ele não merece ..

Gabriela ♥ disse...

Amei o texto *-*

inêsf. disse...

há de tudo ficar como queremos, basta esperar ..

inêsf. disse...

também espero ter razão, mesmo e a sério!

inêsf. disse...

o meu signo dizia que ia ter uma óptima semana.. acho que vou acreditar nele x)

Filipa Azevedo disse...

Sigo-te

maria gabriella disse...

imagino, também eu expludo só de pensar no café que lhe preparava e em tudo o que fazia com ele. :$

maria gabriella disse...

é normal ! :x

ana jesus disse...

Gostei imenso, muito bom*

Anniee. disse...

muito obrigada :)