quarta-feira, 26 de outubro de 2011

admite

Insisto que as palavras que te quero dizer saiam da minha boca, sem saber como as pronunciar e como formar as frases certas para não correr tudo mal de novo. Porque não me dás tu uma segunda oportunidade e deixas o que começou mal, e começas a deixar que eu faça tudo bem de novo. Sabes que errar é humano, e também sabes que eu não sou perfeita, e isso nem mesmo tu és, e tu admites. Então admite que és orgulhoso, admite que, o teu orgulho é por vezes bem maior que o teu querer. 

Sem comentários: