quarta-feira, 21 de setembro de 2011

decidido

-Não quero sofrer outra vez.
Permaneci calada perante as palavras que disseste, preferi não dizer nada porque sabia exactamente o que tinha a fazer; não desistir de ti, não fazer de ti mais do que um mas o único. Prometo não te fazer sofrer, eu adoro-te, não te julgo por não acreditares nisso quando te o digo, afinal eu também estou sempre desconfiada com o que tu dizes, prometo que vou tentar acreditar em ti, e que vou demonstrar que nós, ainda valemos a pena.

1 comentário:

maria gabriella disse...

força querida, vai tudo correr bem :)