terça-feira, 23 de agosto de 2011

O nós já não faz sentido, ou talvez nunca tenha feito. E daqui para a frente já não vai fazer mais!

Sem comentários: