sábado, 23 de julho de 2011

Perdi-me na minha própria caminhada. Esta casa já não me pertence, assim como tu já não me pertences a mim. Por isso, tenho as malas à porta e estou de saída. 

Sem comentários: