terça-feira, 17 de maio de 2011

quando uma garota virá má é para sempre

Não me apaixono facilmente, não me dou, nem me entrego assim só com uma palavra. Nunca soube no inicio como tratar bem alguém que me trata bem a mim, só passado muito tempo aprendo a diferença entre quem gosta de mim e em que posso confiar. Não sou nem nunca serei de meias palavras, muito menos de entrelinhas. Nunca vou querer compreender o que não é ser sincera, embora tu já me tenhas feito compreender o que é uma pessoa que praticamente não foi sincera connosco. Não quero e mais compreenderei porque existe a falsidade, não sei como uma pessoa não consegue ser verdadeira uma com a outra e jamais compreenderei o que é a traição e porque a praticam. Não sou fácil de lidar, e nunca serei, porque não irei mudar só porque tu não gostas que eu seja "pulso firme" e que eu diga tudo da boca para fora, e que jogue palavras duras num momento de frustração! Não saberei nunca o que é isso de intrigas e porque falam uns mal dos outros, mas o que me interessa a mim a vida daquele ou daquela? Se da minha não sei eu dar conta, e às vezes vejo-me afogada pela vida e pelas palavras que me sabem como se nada fosse que por vezes nunca são as melhores, eu ajo por impulso, mas isso não é defeito, é feitio. Nunca saber dizer um "adoro-te" ou um "gosto de ti" se não o sentir, e tu sabes melhor que ninguém que a primeira vez que o disseste ou que o fizeste entender eu disse-te "puto não te apaixones", porque eu não gosto de fazer sofrer ninguém, embora vocês rapazes às vezes o mereçam! Sei que para me conquistares tiveste que ganhar muitas batalhas, e para tocares o meu coração tiveste que ganhar bastantes guerras. É por todos os meus defeitos que tu não consegues lidar com as minhas qualidades. Sei que fui a primeira a dizer "não te apaixones" e afinal fui a primeira a apaixonar-me, e esqueci-me que ao apaixonar-me por ti, era como se tivesse apontar uma arma ao meu coração, agora neste momento à minha cabeça e não eu nunca quis isto para mim, e aliás, nunca tive feitio nem paciência para isto! E eu sempre te disse "é bom que aprendas como me tratar bem, porque quando uma garota vira má, é para sempre" e eu tornei-me má, para sempre!

10 comentários:

Inês disse...

Está lindo :)

Os teus textos são lindo ^^

beijinhos :)

http://yourlifeinamoment.blogspot.com/

alexandrapinto disse...

gostei :)

cf. disse...

sinceramente, já nem sei que quero isto. são tantos assuntos ao mesmo tempo, que não tenho forças para lutar por todos. agora so quero poder voltar a andar sem ter a ajuda de duas canadianas, agarrar-me aos livros e mostrar que sou capaz e que tenho capacidades. Obrigada pelo apoio (:

cf. disse...

estou a seguir *

Sófia Santos disse...

muito bom ;)

cf. disse...

é exactamente isso que eu penso|

Joaninha disse...

Muito bem dito!
Gostei muito!
As vezes as pessoas só vem os nossos defeitos e esquecem-se que também temos qualidade, e mesmo os nossos defeitos em outro contexto podem ser as nossas melhores qualidades.
Mantém-te sempre fiel a quem és
Bjs

Mafalda disse...

Está fantástico!

anaraquelvj disse...

Adorei !*

Anónimo disse...

Achei que devias saber que este blog (http://mylifemeublog.blogspot.pt/ )te plagiou. Não foi uma atitude correcta e tbm nao gostava que o fizessem a mim. beijinho