sábado, 28 de maio de 2011

o amor é fodido

"Quanto mais longe, mais perto me sinto de ti, como se os teus passos estivessem aqui ao pé de mim e eu pudesse seguir-te e falar-te e dizer-te quanto te amo e como te procuro, no meio duma destas ruas em que te vejo, zangado de saudade, no céu claro, no dia frio. devolve-me a minha vida e o meu tempo. diz qualquer coisa a este coração palerma que não sabe nada de nada, que julga que andas aqui perto e chama sem parar por ti"




Miguel Esteves Cardoso

6 comentários:

Joaninha disse...

As memórias da pessoas que amamos são lixadas. Parece que nos seguem para onde quer que vamos...
Bjs

Mafalda disse...

Adoro, adoro!!

Mafalda disse...

Eu prefiro criar estas expectativas, é sinal que ainda tenho coisas (sentimentos) para alimentar dentro de mim*

Gabriela ♥ disse...

Amo esse post ^^

Fii disse...

adorei o blogue, sigo :)

abc disse...

Podes crer! Nem imaginas, é mesmo isso que me disseste.

Adorei o teu post! Forte, incrível :)