sexta-feira, 12 de outubro de 2012

1107

Sorrio levemente cada vez que ouço falar em ti, sem perceberem eles que o sentimento ainda permanece cá dentro, perguntam-me indeterminadas vezes senão tenho saudades tuas, e eu nego sempre, corroendo-me o orgulho por todo o meu corpo, há coisas na vida que não nos habituamos, mas ao fim, temos de aceitar.

5 comentários:

sam disse...

a vida é injusta

may rose disse...

oh mel, eu sou assim, um ser estranho :))

inês disse...

identifico-me tanto..

emma disse...

Oh, gostei tanto <3

sara oliveira disse...

oh meu deus, és tão eu... revejo-me completamente neste post