sábado, 28 de julho de 2012

all i want is you

A noite cai cada vez mais escura. Não sei que se passa comigo hoje, mas já hoje ao longo do dia várias memórias me ocorreram à mente como flechas que não se pedem para nos atacar. A solidão de hoje ataca-me como facas, e dói bem ao longo do meu peito, quanto mais penso, mais sou atacada por a saudade que pensei que não pudesse existir mais. Estás longe, mas perto do meu coração. Tenho medo, hoje tenho medo, tenho medo de nunca mais te poder tocar, como eu gostava de saborear os teus lábios neste momento, mas estás longe.

3 comentários:

beatriz disse...

Está lindo*

CatarinaO. disse...

muita força Mel*

inês geraldes disse...

não gosto que assim seja, porque isto é mau!