domingo, 10 de junho de 2012

love is anything but sensible

E os olhares fervem cada vez que se encontram, na noite fria e escura, por entre as luzes e o som, o nosso coração tenta sempre procurar por o nós que à muito tempo já não faz sentido, ou nunca fez. O sorriso sincero e as palavras sábias sabem a amargo depois de uma história mal acabada, a mente pede socorro, e cada vez que se ouve soar o nome de um de nós, os nossos olhares insistem em brilhar. O coração grita, mas nós ficamos mudos e quietos. Tentamos falar por pensamento, mas o orgulho grita muito mais alto que nós. Agora percebo o teu verdadeiro significado.

7 comentários:

Mariana disse...

o orgulho não pode levar a melhor

Raquel Neves disse...

Lindíssimo.

andrii disse...

Adorei, absolutamente! <3

Ana Margarida disse...

Está lindo.

CAROLINA DURÃES disse...

lindo ♥

Anniee. disse...

oh, obrigada querida :D
já o criei, se quiseres podes dar uma vista de olhos. Ainda estou a começar *

sara oliveira disse...

o orgulho estraga sempre tudo... adorei