segunda-feira, 16 de abril de 2012

I'm here, no promises, but here

Hoje sinto-me cansada, como já não me sentia a algum tempo, respiro fundo vezes sem conta e deixo a dor passar, que doa agora e não depois, que me faça perceber agora o quão importante as coisas podem ser e eu talvez não me tenha apercebido que elas eram assim. A lua fala comigo, e diz que o tempo será o melhor agora para mim, eu concordo, mais uma vez não poderia estar mais certa. Agora quando as coisas não correm como esperado eu já não choro, porque sei que isso apenas me limpa a alma, mas não me resolve nada, aprendi mais uma lição, que por vezes o silêncio também pode gritar bem alto e pode ser bem claro para aqueles que o sabem ler. Hoje deixei-te na tua paz, tal como tu deixas o tempo passar sobre nós, eu não sei se me irás confortar amanhã, ou depois, mas não quero também pensar nisso agora, porque foi por pensar demais que te acabei por afastar da minha plena vida, e do meu sorriso alegre quando tu estavas por perto. Só consigo pensar nos teus olhos lindos, e o quanto os queria ver neste momento. Talvez um dia te mostre no que te tornaste e talvez um dia ainda te vá mostrar tudo o que escrevi para ti,ou talvez não. Agora sou do tempo, entreguei-me a ele de corpo e alma, e peço que ele não me desiluda na esperança que ele me ouça. Entraste no meu coração como alguém à muito tempo não entrava; mas agora eu preciso de saber me cuidar sozinha, eu preciso de aprender a viver ainda sem ti, porque daqui para a frente não se sabe como vai ser. Vou tentar descansar a cabeça e pensar no novo dia que me espera. Abraço-te com a minha alma e coração, não te esqueças de mim, boa noite coisa ruim, que o tempo junte o nosso melhor, e faça de nós, a melhor coisa.

9 comentários:

Inês Geraldes disse...

São tudo fases eu sei, mas é como dizes, no momento parecem eternas. Já tive muitas fases destas, já me senti muito pior no passado... e acabou por passar, mas as coisas parecem voltar.

Anniee. disse...

não digas disparates ;b

ana jesus disse...

gostei muito*

Emilie Lorena disse...

Amei este texto minha querida, escreves de uma forma tão doce. Por vezes apaixonar-nos tem um efeito "estranho" em nós e faz-nos pensar que conseguimos superar todos os males. E era tão bom que assim fosse...

Raquel Neves disse...

É verdade sim!

cats disse...

assim é que tem que ser querida :) desculpa a demora a responder, não tenho tido tempo para andar por aqui

Inês Geraldes disse...

Tens razão, vai passar.

Cinda disse...

Adorei o texto querida, escreves lindamente *

Sara Martins disse...

não tens de quê linda