segunda-feira, 2 de abril de 2012

are my exception

E deixo-me ir ao sabor do vento, por vezes perco-me sem saber para que caminho virar e outras reencontro-me todas as vezes. Nunca gostei de coisas fáceis, a verdade é essa, talvez por isso é que tudo se complica sempre cada vez mais, só quero deixar-me ir, deixar-me levar e seguir aquilo em que acredito, e se tu fores uma dessas coisas, acredita, que eu não te deixarei.

5 comentários:

silver disse...

óhhhh, nada disso minha linda.<3

sam disse...

não me respondes-te!

inês disse...

Então, novidades?

nicolemorais disse...

está lindo!

beatrizm. disse...

Que lindo*