terça-feira, 27 de março de 2012

confusion

Acordo com o sol a bater-me no rosto, mais um dia, mais um dia que tenho de viver como se fosse o último, palavras suaves vão-me sussurrando à mente, como se eu fosse consumida por sentimentos estranhos, não posso deixar ir, mas também não sei como ficar. Abanem-me e digam-me que isto não está a acontecer, de novo.

4 comentários:

sam disse...

não te deixes ir, nem te deixes ficar. ficas no meio, pelo menos assim não cais para um lado nem para o outro

Ana Margarida disse...

Não te deixes cair, sê forte, mais um bocadinho. Tudo vai ficar bem

- Susana . disse...

gosto*
mas nao te deixe ir a baixo*

sam disse...

não é? adoro o novo design