quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

not wanted

E que todas as noites eu te atormente, mesmo que em sonhos, que a todos os segundos, minutos ou horas, te passe pela cabeça todos os nossos momentos, que de cada vez que tentares descansar a cabeça a minha voz te consuma até ao teu ultimo sentido, que todas as minhas palavras te invadam a mente de uma forma que tu não as vais conseguir parar, de todas as vezes que olhares pelo retrovisor do carro, eu passe pela tua visão, e que estejas sempre constantemente a relembrar-te daquilo que fui e sou para ti; que te atormente o coração, e que te doa tudo sem te doer nada, que sintas a minha falta, até te sufocares todo, até ao ponto de gritares sem ninguém te ouvir, sente tudo o que eu sinto, das pontas dos cabelos, aos dedos dos pés, sente, fica com tudo isso. Dorme, mas antes disso, eu ainda te vou passar pela mente um monte de vezes.

Sem comentários: