segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

my superman

E o que eu sinto por ti jamais se pode explicar por palavras, como tudo em primeiro, vejo-te como um grande amigo, daqueles que quero sempre ao meu lado, mas a partir daí vejo-te com outros olhos, com olhos de quem se apaixona, com olhos de quem sente, com olhos de que o sentimento transborda até pelo sorriso, sem eu dizer uma palavra.

2 comentários:

Patrícia disse...

Onde será que eles andam?

bettina disse...

então já somos duas...