segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

just do not insist more

E todas as vezes que falarem ou perguntarem por ti, eu vou permanecer calada, como se nada se passasse, como se nada soubesse, como se nada nos ligasse um ao outro, porque há coisas que mesmo assim ainda prefiro fechar os olhos, e deixar passar esta escuridão que nos separa.

7 comentários:

inês geraldes disse...

De nada :)

Eduarda Copatti disse...

Que lindinho esse texto >.<

http://myperfectworldforme.blogspot.com/

Mariana disse...

obrigada!

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

gosto muito do blog, sigo*

Mariana disse...

:p

Katty disse...

Ás vezes o silêncio ajuda, outras sufoca. Fica no meio, sim?

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

de nda