terça-feira, 3 de janeiro de 2012

já não sei nada

Sem saber como nem porquê, eu ainda me continuo a preocupar, eu ainda continuo aqui para ti, quase parece impossível, depois de passado tanto tempo eu ainda ter sempre tempo para te dar uma palavra, para te dar um abraço, para te dar conforto, às vezes acho que tu já não mereces nada disso, já não mereces o meu carinho, muito menos as minhas palavras frias, mas verdadeiras. E depois fico assim, perdida quando tu não estás comigo, desoriento-me no incerto, e continuo a perder-me no certo. 

3 comentários:

elise disse...

identifico-me :(

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

gosto muito. e no fundo tu sabes o motivo disso tudo... é o sentimento que se mantém vivo

Aurora disse...

TEM SEMPRE FORÇA CORAÇÃO. ESTOU AQUI<3