quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

forget

Tu confortaste-me o coração, enquanto outra pessoa me desiludiu e eu só me apeteceu derreter em lágrimas. Enfim!

3 comentários:

Katty disse...

É verdade, mas magoa.
Diga-se crescer custa, quem me dera poder voltar a ser criança só para poder desfrutar da inocência mais uma vez.
A minha infância foi demasiado curta devíamos, pelo menos os que tivemos uma infância curta, poder um dia carregar num botão e voltar-mos a ser crianças inocentes sem o conhecimento da desilusão, do sofrimento, da mentira... de tudo que a vida vai ensinando.

sam disse...

como sempre, não é querida?

rafaela duarte disse...

Não sei se foi bom, não sei o que senti. Foram saudades, misturado com ódio. Só preciso de apagar tudo da minha cabeça e seguir. Obrigada querida <3