quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

everything is lost, nothing is forever

E esgotaram-se as palavras, magoou-se os corações, os sorrisos, o brilho nos olhos, ai o brilho nos olhos já nada o tornará igual, e eu que pensei que valesse a pena, que tu não me irias desiludir como tantos outros, que tu me ias segurar na minha maior queda, e na minha maior batalha irias-me aplaudir de pé; agora percebo como é ver, sentada, a olhar para o horizonte, o nosso muro a despedaçar-se todo, e eu nem sequer uma lágrima de dor conseguir deitar, apenas de raiva, a raiva consumiu-me, ou talvez eu deixei-me consumir demasiado por ela. Não desisti, apenas deixei as coisas chegarem ao ponto de eu as ver despedaçar à minha frente, mesmo à frente dos meus olhos. Se dói? Já nem sei, só sei que eu já não vejo nada, já não ouço nada, já nao sinto nada...

10 comentários:

Katty disse...

Está no processo que eu chamo de luto. Agora a raiva e o vazio depois será olhar em frente e voltar a fazer o que todas fazemos, começar de novo.
Força!

inês disse...

Manda-me o teu mail <3

cláudiagomes. disse...

tão perfeito.

Raquel disse...

Obrigada :)
Gosto muito * e o nome do teu blog não poderia estar mais certo :)

Blair disse...

força pequena. as coisas vão sorrir para ti. sei que parece que o mundo cai. e na verdade, não digam que não, porque cai. cai mesmo. mas as coisas mudam, os sentimentos mudam e no fim tudo acabará bem.

S. disse...

força, querida

Jace disse...

sem dúvida que é, ao mostrar indiferença é a pior coisa que lhes podemos fazer querida

Raquel Neves (Hapi) disse...

É verdade.

Katty disse...

Custa mas no fim de isto tudo vais tornar-te mais forte ;)

catarina disse...

adoro, sem dúvida*