segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

"deixa entrar"

Estava prometido,
Que eu nunca mais ia te procurar
Mas vou quebrar
Pois meu coração,
Não me obedece quando tu não estás
Ele quer falar
E a minha boca,
Só quer a tua boca
A saudade é tanta
Quase me sufoca
Me deixa entrar
E te mostrar
Que ninguém pode te fazer
Mais feliz do que eu
Me deixa entrar
E te provar
Sinceramente eu mudei
As mágoas apaguei

7 comentários:

DeOlhosFechados disse...

eu naum sei porque, mas acho que ao ler as tuas palavras reflito uma parte sobre mim (: , estranho hã ? -segui-

Susan disse...

ha sim querida *

autumn disse...

oh,e é o que tenho tentado fazer..

Mariana Ferreira disse...

não entendi o teu comentario!

Manuela disse...

Obrigada pelas palavras, e pela esperança querida.
Daquelas coisas, como assim? (:

Manuela disse...

É, não é? Há certas coisas que simplesmente por nos dizerem um "olá" todos os dias fazem-nos feliz, outras que significam bastante mais para nós a maior parte das vezes só nos trazem mau estado-de-espírito.

Katty disse...

Lindo *.*