segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

stop

Chega, chega de ser burra, estúpida e parva por ti, chega já; não posso fazer mais para que tu entendas as coisas, e se tu não as queres entender a bem quem sou eu para me meter no meio de ti e fazer-te gestos para que percebas tudo aquilo que quero transmitir? Quem sou eu para fazer isso? Ninguém, absolutamente ninguém, por isso mudei os meus gestos e palavras, agora mais frios, mais directos e magoam, é triste ver-me chegar a este ponto perante ti, mas cada um, tal como todos nós, só merecemos aquilo que pedimos, por isso, chega!

2 comentários:

Mariana Ferreira disse...

acredito, eu passo xD que idade tens? :)

Margarida* disse...

partilho o sentimento que está nesse texto. é dificil quando gostamos de uma pessoa, e queremos o melhor para ela, mas não somos entendidos da melhor forma. mas, não te esqueças de uma coisa, "o pior cego é aquele que não quer ver".