quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

e eu podia..

E eu poderia passar horas a falar sobre ti, sobre a cor dos teus olhos, sobre o teu sorriso, sobra a tua voz, sobre todas as coisas que me fazem lembrar de ti, mas sei que se tornava secante falar sempre da mesma coisa, já para não dizer que poderiam pensar que era obsessão. Mas falar sobre ti faz-me bem, faz-me ter um brilho nos olhos, um sorriso no coração e nos lábios. Adoro ver-te e descrever-te na minha própria mente, ditando cada passo teu, por cada canto que dás, és tão...bem, nem eu sei explicar o que o meu corpo sente quando te vê, só sei que fico assim, quente, apaixonada, como se visse uma miragem. O beijinho que te mandaram quando te telefonaram fui eu, mas preferi deixar em segredo que estava ali daquele lado, naquela mesa, e naquela hora.

Sem comentários: