sábado, 5 de novembro de 2011

mais uma vez a minha imaginação é grande

E ali estava ela, sentada à espera que lhe servissem o seu café. Hoje permanecia calma e serena, à muitos dias que não a via assim, os olhos dela brilhavam e parecia ter o coração a explodir de alegrias. Assim que chegou o seu café, ela colocou o açúcar e com a sua mão suave pegou na colher e assim o começou a adoçar. Era assim que ela era, tipo açúcar, era muito doce e gentil e tinha sempre um sorriso confortante para dar. Começou a beber o seu café cuidadosamente, parecia uma princesa, tinha toda a etiqueta e era extremamente educada. Já era habitual ela ir beber café ali, acho que aquele sitio para ela era mágico e sentido, já a tinha visto muitas vezes parar ali sozinha, para beber o seu café. Todos a admiravam, mas nenhum se ousaria a faltar-lhe ao respeito. Assim que acabou de beber o café, pousou o dinheiro na mesa e começou a levantar-se para seguir o seu rumo de novo. Alguns diziam que ela era assim para se defender de todas as coisas que já tinha passado, mas eu queria acreditar que ela era assim porque ela era forte, e não suportava ver os outros mal, por ela.

6 comentários:

M. disse...

eu sei, tenho uma conta lá. e precisamente por eu gostar desse tipo de fotografias é que disse :)

M. disse...

x)

daniela fernandes disse...

Que fofo x.x
gostei do estilo da imagem, mais dark ;b

Agostinho Barros disse...

Obrigado por me seguires :$

daniela fernandes disse...

muito obrigada APF (tens de me dizer o significado ahahah), faz parte do livro que ando a ler. Ou melhor, que já acabei de ler. Beijinhos :))

daniela fernandes disse...

a tradução da sigla ;)