quarta-feira, 23 de novembro de 2011

love love

Tocaste-me suavemente como se uma pena passasse sobre o meu corpo, os teus beijos doces deixaram-me sem conseguir dizer nada, os teus abraços fizeram com que eu percebesse a razão de gostar tanto de estar contigo, as tuas palavras suaves e puras entram na minha cabeça mais rápido que uma flecha no coração, a ti consigo ouvir-te ao teu ao fim, como se fosses o meu conselheiro, nunca me trataste mal e és sempre tão doce, talvez tenhas aparecido na minha vida apenas para eu perceber que ainda existem pessoas boas, e que temos de ouvir mais aqueles que gostamos do que aqueles que nos julgam a cada minuto ou segundo. Foste o meu porto de abrigo durante tempos, e ainda agora eu sinto a falta disso, continua a segurar a minha mão bem forte, eu prometo nunca soltar a tua.

2 comentários:

Sara disse...

wow, acho que vou ter que fazer isso também, é preciso ter muita força..eu ainda estou naquela altura em que penso que não vou encontrar ninguém e esses pensamentos negativos :/
obrigada pelo conselho, asério, estava mesmo a precisar de ouvir algo que me desse força**

words. disse...

cada vez adoro mais ler as tuas coisas, os teus desabafos, mas vejo que nunca mais falaste naquela "rapariga" tão dificil de conhecer, e no entanto vais mostrando o teu lado mais sensivel, o teu lado magoado.
mas já reparei que tu és uma mulher incrivel, e forte, e acima de tudo com determinação.