quinta-feira, 13 de outubro de 2011

i'm not

E eu que pensei que tu me procuravas, e eu que pensei que tu fosses sentir saudades, que fosses relembrar-te de todos os momentos passados, de todas as palavras ditas e de todos os sentimentos perdidos. Eu que pensava que era especial para ti, por pensar demais é que pensei sempre que me procurasses. Fui burra, e serei até ao fim talvez, porque te adoro, e não te quero perder. Mas talvez agora perceba que te devo fazer o mesmo, não te procurar, não sentir saudades tuas e não me preocupar. Mas eu não consigo, pelo menos por agora não consigo ou não quero!

1 comentário:

Jace disse...

exactamente cabeça sempre levantada (: como eu me identifico também com este texto :s