domingo, 20 de março de 2011

erros, não passam mesmo disso, de erros

Às vezes precisamos de cair várias vezes no mesmo erro para vermos aquilo que está certo ou errado, às vezes temos de errar, e voltar a errar para percebermos o que queremos da vida, e para percebemos aquilo que é realmente importante ou não para nós. Eu errei, eu aprendi, eu voltei a cair no erro, mas levantei-me, e sei agora que tudo o que acontece, acontece por alguma razão. Sei também que às vezes as pessoas que menos estamos à espera são aquelas que têm as melhores palavras para nos dizerem e são aquelas que nos fazem perceber as coisas de outra maneira, foi por tu teres dito as coisas que disseste que eu percebi que errei e voltei a errar, mas também quero que saibas que se foi preciso aprender mais, voltarei a errar sempre, por ti, ou por mim, não sei bem. Gostava que tudo fosse fácil, mas afinal não o é, gostava que tudo tivesse um sentido, gostava que algumas coisas não fossem tão dificies como parecem, mas afinal a vida não se resume a coisas fáceis, e como tu me disseste só dá as coisas, a quem sabe que as consegue suportar, mas eu já não sei se consigo suporta-las, eu já não sei se cada vez que erro, vou aprender ou não. Só espero que cada erro que cometa faça sentido, e que faça com que eu aprenda mais e mais, porque afinal errar é humano, e eu já errei tanto..

1 comentário:

Mafalda disse...

Concordo, mil concordos. Precisamos de errar, caír e lenvatarmo-nos por nós mesmo. Precisamos de errar muito até conseguirmos ainda mais. Preicsamos de pasar por todas as fases. E por lá, estão muitos erros.